{Dica de livro} “Falando o mais rápido que posso: de Gilmore Girls a Gilmore Girls e tudo no meio do caminho”, Lauren Graham

falando-o-mais-rapido-que-posso1

Em seu livro biográfico Falando o mais rápido que posso” (Editora Record), Lauren Graham repassa sua vida e carreira desde muito antes de Gilmore Girls. Ela conta um pouquinho sobre sua infância e adolescência, mas foca mesmo em tudo o que passou desde que começou a correr atrás do sonho de ser atriz.

Com muito bom humor, ela conta sua relação com a “glamourosa” Hollywood, brinca com os segredos do mundo dos famosos, fala sobre os papeis que mais gostou de fazer ao longo dos anos, dos apertos que passou, das portas que se abriram depois da Lorelai e entra em algumas questões pessoais.

Mas claro que, assim como o subtítulo do livro diz “De Gilmore Girls a Gilmore Girls e tudo no meio do caminho”, o que não falta por aqui é Gilmore Girls. Lauren conta como foi o começo de sua relação com a Lorelai e com o seriado como um todo, faz uma análise de todas as temporadas da série, conta com alguns detalhes como foi fazer a última temporada e saber que aquele seria o fim, como foi lidar por tantos anos com o fato de que havia acabado e como foi saber, depois de tanto tempo, que o que ela e os fãs tanto queriam estava mesmo acontecendo: haveria um retorno.

Por fim, o livro traz alguns trechos do diário que Lauren manteve durante as gravações de “Gilmore Girls um ano para recordar”. E assim como nós que assistimos ao reboot ela também está com uma dúvida…

 Você não acha que aquele final ficou meio aberto?”

Pois é…

Para os fãs da Lauren Graham, “Falando o mais rápido que posso” é quase que um especial Lorelai Gilmore. Você acaba lendo com a voz (e a velocidade da fala) da personagem na cabeça e devora o livro rapidinho. É engraçado e emocionante. Uma leitura leve e divertida. Ah, e tem um monte de fotos desde a Lauren criança até os bastidores de Gilmore Girls.

Lauren Graham também é autora de “Quem sabe um dia”. Resenha aqui.

Anúncios

Abril em resumo: livros

QUEM_SABE_UM_DIA_1384279252P

“Quem sabe um dia”, da Lauren Graham, foi meu primeiro livro do mês. Além de ser uma ótima história, com ótimos personagens, a narrativa é uma delícia de ler. Engraçada e envolvente. E a diagramação do livro está incrível. Fora a capa que é linda de viver! Uma excelente história para quem é apaixonado por Nova York e teatro/cinema.

Sinopse.

Resenha aqui.

A_PROBABILIDADE_ESTATISTICA_DO_AMOR__PR_1363121079P

“A probabilidade estatística do amor à primeira vista”, da Jennifer E. Smith, foi a primeira leitura que fiz pelo Kindle (em algum momento, postarei sobre minha experiência com e-books aqui no blog). Esperava um pouquinho mais da história, mas nem por isso fiquei decepcionada. A história é bem bonitinha apesar das muitas coisas improváveis que acontecem. Leve, rápido e fofinho.

Sinopse.

OS_SOLTEIROS_1396037059P

“Os Solteiros”, da Meredith Goldstein, foi uma decepção. A leitura é bastante rápida apesar da história completamente desnecessária. Um livro que sai do nada para lugar nenhum. Me decepcionou bastante.

Sinopse.

Resenha aqui.

O_ENSAIO_1337204139P

Terminei de ler “O Ensaio”, da Eleanor Catton, sem saber o que realmente achei do livro. Sabe quando você não tem certeza se amou ou se odiou? Ou se quer se você entendeu a história? Fiquei tão perdida que não soube nem por onde começar a resenhar o livro. A verdade é que fiquei completamente envolvida pela história enquanto lia, mas ainda assim não tenho uma opinião final sobre o livro. Acho que tenho que pensar nele um pouco mais antes de bater o martelo.

Sinopse.