Guia NY & About: um roteiro pronto para se apaixonar por Nova York

guia-ny-and-about

Quando fui morar em Nova York, em 2015, vivia acessando o blog NY & About, da Martha Sachser, para pegar dicas diferentes do que fazer pela cidade, lugares para conhecer, gordices para experimentar…Já contei aqui que muitos lugares legais que conheci não estavam previamente no meu roteiro e foram incorporados graças às dicas do blog dela.

Ano passado, a Martha resolveu facilitar a vida de quem vai turistar pela Big Apple reunindo várias das suas melhores dicas em um roteiro pronto de até 9 dias por Nova York. São cerca de 100 páginas com sugestões de restaurantes, lojas, atrações turísticas, além de várias dicas úteis como, por exemplo, transporte pela cidade, temperatura em cada estação. O guia é recheado de fotos lindíssimas que vão te deixar ainda mais a fim de visitar cada cantinho escolhido e sugerido pela autora.

Uma coisa muito legal é que os roteiros estão organizados de um jeito todo especial para facilitar a visitação a atrações que são próximas umas das outras ajudando os turistas a aproveitarem o período que estiverem na cidade de maneira mais eficiente, sem perder tempo. (Sabe aquela coisa de “não sabia que x era perto de y!” e parecer uma pomba perdida? Quem nunca?!)

O livro está disponível na versão PDF e é super prático, pois dá para carregar no celular, tablet, etc, facilitando o acesso às informações que estão sempre à mão.

O guia custa 7 dólares e está à venda aqui.

A Martha mora em NY desde 2010 onde trabalha como fotógrafa e se dedica ao blog e ao canal no Youtube onde mostra muito sobre sua vida por lá e dá várias outras dicas legais para quem está indo para a cidade.

Anúncios

Coney Island: o parque de diversões de NY

lunapark2

A península de Coney Island é praticamente um parque de diversões em plena Nova York. Ela fica no Brooklyn, mas quando você chega lá (depois de quase 1h de metrô saindo de Manhattan), você esquece que está em NY. Parece outro lugar completamente diferente.

As duas grandes atrações da região são o Luna Park e o Aquário de Nova York. Infelizmente quando eu e minhas amigas fomos o Luna Park já estava fechado (o parque de diversões fica aberto de março a outubro e fecha de novembro a fevereiro – eu fui em novembro #fail). Ainda assim, tive um dos dias mais divertidos da minha viagem (eu falo isso sobre todos os dias em que estive lá ¬¬). Fiquei parecendo criança feliz quando voltei pra casa.

lunapark1

coneyisland

Depois de ver o Luna Park “por detrás das grades”, demos uma pisadinha na areia da praia de Coney Island que estava praticamente vazia considerando que fazia 5 graus no dia =D (mesmo assim, tinha uns tiozinhos correndo de short e sem camisa #coragem! E eu lá, com cinco blusas…). Mesmo com muito frio, o lugar é lindo e vale a pena sentar na areia e curtir um pouquinho daquela vista maravilhosa (eu disse, nem parece que estamos na concrete jungle).

ConeyIslandBeach

Em seguida, fomos ao Aquário. Momento criança feliz! Depois de visitar os animais em exposição, que não são muuuitos, mas são as coisas mais fofas, conseguimos assistir o show do leão marinho que é a coisa mais divertida! E por fim ainda fomos no cinema 4D assistir um filminho de Bob Esponja. (O ingresso para o Aquário custa US$11,95 e dá direito a todas atrações.)

nyaquarium

sealionshow

Depois, passeamos um pouco pelo boardwalk (me senti na Califórnia!) e fomos comer no Nathan’s Famous, que tem o cachorro quente mais famoso e tradicional de NY – e é mesmo uma delícia! Vale muito experimentar. (Cerca de US$12 lanche, batata e bebida.)

Nathans1

Nathans2

Mais informações sobre Coney Island.

Cultura, gastronomia e mais em NY: como e onde se informar?

IMG_1101

É claro que todo mundo sabe que Nova York tem centenas de milhares de bilhares de atrações culturais e gastronômicas para todos os gostos possíveis, imagináveis e inimagináveis também. Shows, teatro, museus, restaurantes, etc, etc, etc. É tanta coisa que a gente acaba perdido sobre como e onde se informar sobre essas opções a fim de selecionar aquelas que têm mais a ver com nossos gostos, que batem com a data da nossa viagem e que cabem no nosso orçamento.

Os tradicionais guias turísticos sobre a cidade, aqueles que todo mundo consulta antes de sair de casa, já dão mil dicas para quem vai desembarcar na Big Apple. Mas tem muito mais que não cabe nas páginas desses guias e é ai que entram os sites que muitos nova-iorquinos consultam para se programar no dia a dia.

Logo nos meus primeiros dias de aula, um dos professores (também conhecido informalmente como guia e orientador cultural da escola) passou uma lista de sites, revistas e perfis no Twitter que eu TINHA que seguir para não perder nada. Como não confiar numa pessoa que no primeiro dia de aula já me “mandou” para um bate-papo gratuito (com direito a foto no final) com Ben McKenzie (de Gotham e The O.C.) e que indicava os melhores lugares de NY para comer qualquer coisa que fosse???

IMG_20150924_211142

Então eu resolvi fazer uma lista com algumas dicas dos lugares onde eu buscava essas informações. Espero que ajude vocês a não perder nada!

Time Out: O Time Out é o site de uma revista homônima distribuída gratuitamente toda quarta-feira nos metrôs de NY. Suas páginas (impressas e online) trazem milhares de dicas culturais e gastronômicas de todos os tipos. Foi um dos meus meios de informação favorito para me programar semanalmente. Além de ter bastante conteúdo, é bem organizado quanto a datas e valores das atrações.

TimeOut

Gothamist: Também na lista de sites que trazem “de tudo” que rola em NY.

Gothamist

New York CityO perfil faz um apanhado de tudo que está rolando na cidade de interessante, alertando sobre exposições que estão encerrando, eventos que estão no começo, etc.

NewYorkCity

Everything NYC: O perfil traz dicas mais gerais sobre o que fazer na cidade, o que não perder, guias de onde encontrar um determinado tipo de comida, por exemplo, entre outras coisas bacanas.

EverythingNYC

NewYork.com: O site faz vááárias listas sobre inúmeros assuntos. É super legal dar uma pesquisada mais geral e fazer consultas específicas sobre algo que você esteja procurando.

NY

Thrillist: Outro perfil cheio de listas com inúmeras dicas de lugares legais e coisas bacanas e imperdíveis na cidade.

ThrillistNY

Times TalksFamosos e personalidades de diferentes áreas batem papo com os jornalistas do New York Times. Eventos normalmente gratuitos.

TimeTalks

92nd Street Y: É um centro cultural localizado no endereço que dá nome ao espaço. Eles também promovem bate-papos com diferentes personalidades dos mais variados setores como artes, educação, saúde, etc. Geralmente são pagos. Os valores variam muito de acordo com a “celebridade” presente.

92Y

Apple SoHo: A Apple também promove bate-papos com personalidades de diferentes áreas. Normalmente quando rola algum grande lançamento de séries e filmes, atores e diretores vão até lá conversar com o público. A maioria acontece na loja do SoHo. Os encontros são gratuitos.

apple store

Barnes & NoblePara os amantes de literatura, a Barnes & Noble tem vários encontros gratuitos acontecendo semanalmente. E como tem muito ator famosos se aventurando pela escrita, há encontros com vários famosos das telonas.

Barnes

My Free Concert NYC: Como já diz o nome, a página anuncia todos os shows gratuitos que rolam na cidade. Tem para todos os gostos.

MyFreeConcert

On Location Vacation: O site traz um calendário com a gravação de séries e filmes pela cidade (há também de outras cidades nos Estados Unidos). Eles fornecem a data, o horário, o local da gravação, o nome do “programa” que está sendo gravado e qual famoso deve estar presente no local.

olv

Dica bônus (hehe)! O site NY & About foi meu companheiro fiel durante toda a viagem. Tem muita dica legal de eventos que acontecem na cidade, lugares imperdíveis para visitar e muuuuuita gostosura gastronômica que você não vai querer deixar de experimentar.

nyandabout

Nova York vista do alto: observatórios

topoftherock-night

Das infinitas coisas incríveis que Nova York tem, uma das que mais me fascina é a vista do alto. Todo mundo já se apaixonou por essa clássica foto do sky line da cidade vista de um de seus observatórios. A dúvida que fica para muitos turistas é qual deles visitar: o clássico Empire State Building, o charmoso Top of the Rock ou o mais recente símbolo da história de NY, o One World Observatory?

One World Observatory

O One World Observatory foi o primeiro que visitei. Localizado na área histórica onde ficavam as famosas Torres Gêmeas, a ida ao prédio é, antes de mais nada, uma revisitação à tragédia que marcou a vida dos norte-americanos. Inúmeros telões nos corredores de entrada mostram vídeos e fotos com a história daqueles prédios, desde sua construção até os atentados e a reconstrução daquela região que se tornou um marco dos EUA. Após pegar o elevador, que é uma experiência a parte, em menos de um minuto chega-se ao 102º andar. Um dos momentos mais mágicos é quando, após assistir a um vídeo, as paredes “sobem” e os visitantes são presenteados com a primeira vista dos arranha-céus de NY. Em seguida, somos direcionados ao saguão. Os visitantes podem circular por três andares: 102, 101 e 100. No 100º, o tempo de permanência é livre e temos uma vista 360º de Nova York. O diferencial do One World Observatory é que aqui ficamos atrás das janelas de vidro enquanto que nos outros dois (Empire e Top of the Rock) há decks a céu aberto. A vista é magnífica e estar em um lugar tão cheio de história dá um toque a mais à visita.

Ingressos US$32. Diariamente das 9am às 8pm. No verão das 9am às 00am. Mais informações https://oneworldobservatory.com

oneworldobservatory-entrada

oneworldobservatory-view1

oneworldobservatory-view2

oneworldobservatory-people

Top of the Rock

Muitos turistas ficam na dúvida entre Top of the Rock e Empire State Building. Visitar o clássico ou ver o clássico como parte da vista de NY? É por isso que muita gente acaba visitando o Top of the Rock, que por fora é mais “comum”, mas por dentro permite uma vista privilegiada do Empire (e do Central Park).  O deck observatório fica no 70º andar e não tem grades, vidros, absolutamente nada interferindo na vista. Quando você compra o ingresso, é preciso escolher o horário da visita, mas depois que você está lá dentro, o tempo de permanência é livre. Uma dica para a visita nesses observatórios é ir mais próximo ao final do dia, assim você pode aproveitar a vista da cidade de dia, ver o pôr do sol mais lindo do mundo! e ainda conferir a vista noturna de NY. É mágico presenciar essa “transformação”. Parecia que eu tava dentro de um cartão postal (rsrs).

Ingressos US$32 (existem vários combos com preços em conta, vale a pena conferir antes de comprar o ingresso). Diariamente das 8am às 00am. https://www.topoftherocknyc.com

topoftherock-centralpark

topoftherock-day

topoftherock-sunset

topoftherock-night2

Empire State

Eu quase não subi no Empire State pensando que seria mais do mesmo. No entanto, em NY toda experiência é única e extremamente especial. Optei mais uma vez pelo fim do dia (o tempo de permanência também é livre, mas tem hora certa para subir). E apesar do frio (quando fui já era inverno e o lugar é todo aberto, embora tenha também um espaço cercado por vidros), eu não queria mais ir embora dali. Existe a opção de ir ao 102º andar ou ao mais frequentado, o deck do 86º. Apesar das grades que cercam todo o observatório (e de já ter visitado outros dois lugares semelhantes), a vista é de tirar o fôlego, sem contar que você está NO Empire State!

Ingressos US$32. Diariamente das 8am às 2am. http://www.esbnyc.com/

empirestate-day

empirestate-grades

empirestate-sunset

empirestate-night2

empirestate-night1

empirestate-night