4 Benefícios práticos da meditação

570c578371bcf

A prática da meditação tem muitos benefícios cientificamente comprovados (vou deixar ao final do post três links que falam mais sobre o assunto para quem se interessar). Mas resolvi trazer aqui 4 dos benefícios que eu alcancei depois que comecei a meditar regularmente. Afinal, nada melhor do que a experiência para comprovarmos (ou não) as teorias.

Não preciso nem dizer que no começo não é fácil. Ficar 5 minutos parado parece uma eternidade e uma missão quase impossível. Mas com o hábito, a gente se acostuma, aumenta o tempo gradativamente e chega a um ponto em que sentimos falta da prática nos dias em que não a realizamos.

Comecei a meditar no final de 2015 e desde então não parei mais. Tive ao longo desse tempo alguns momentos que me faziam deixar a prática de lado, geralmente quando eu estava passando por alguma fase difícil. Justamente quando eu mais precisava parecia que era ainda mais complicado passar qualquer tempo, por mínimo que fosse, sentada, imóvel, em silêncio e concentrada. Eu ficava ainda mais irritada do que já estava, além de ansiosa com o tempo que “não acabava nunca”. Mas não desisti. Foi durante um desses períodos difíceis, no começo deste ano, que me dei conta de que precisava voltar a meditar com frequência. Estavam me fazendo falta aqueles momentos de conexão e silêncio (e seus benefícios) que se estendiam por todo o meu dia. O barulho na minha mente estava perturbador e eu sabia que a meditação iria ajudar.

meditacao-silencio

Eis então 4 (dentre outros) benefícios que alcancei com a prática regular de meditação:

1. Conexão comigo mesma

Um dos objetivos da meditação é entrarmos em contato com nós mesmos. Assim passei a me enxergar com mais clareza, aprendi a identificar minhas dificuldades e qualidades, respeitando meus limites, me respeitando. Com a meditação nos aproximamos da nossa verdade, identificamos nossos valores e crenças e passamos a agir de acordo com eles, vivendo uma vida mais significativa, com mais propósito.

2. Estar (mais) presente

Sou dessas que faz muita coisa no piloto automático, sem prestar atenção. Com a meditação, comecei a estar presente e me concentrar mais com cada atividade realizada e com os momentos vividos. Passamos a fazer as coisas com mais consciência. Vemos e sentimos o que estamos fazendo, realmente ouvimos o que os outros estão falando. Sabemos o que está acontecendo com nós, o que estamos sentindo. Afinal estamos realmente ali, completamente presentes sem embarcar nas viagens da mente que distraem e levam para longe do aqui e do agora.

3. Acalmar a mente

Meus pensamentos “falam” alto demais e o tempo todo, tumultuando a minha mente e me deixando estressada, irritada e até cansada mesmo sem fazer muita coisa. A meditação tem ajudado a silenciar esse barulho todo, possibilitando que eu tenha mais clareza e ordem em meus pensamentos, além de me sentir mais tranquila e relaxada. Isso acaba abrindo espaço na minha mente para coisas mais úteis, como, por exemplo, criatividade, atividades físicas, artísticas, dentre outras coisas.

4. Paciência

Acredito que esse item inclui outros dois benefícios: aceitação e respeito – com nós mesmos e com os outros. Aprendendo a focar na nossa respiração, acabamos nos acalmando e aprendemos a lidar melhor com as adversidades. Assim, nos tornamos mais pacientes, aceitamos melhor o que é diferente e o que não podemos controlar e com isso respeitamos essas diferenças. Ser paciente, sempre com o auxílio da respiração, ajuda a reduzir a ansiedade e o estresse de situações que nos levariam a agir de cabeça quente e, consequentemente, cometermos erros e gerarmos mágoa para nós e para os demais envolvidos. 

Existem vários tipos de meditação. Já testei alguns, mas a que mais funciona para mim é a mindfulness guiada. Acredito que regra é experimentar até encontrar uma que funcione para você. Para me ajudar na prática diária, utilizo o aplicativo Calm (em inglês). Ele traz uma nova meditação por dia com um tema para reflexão e exercício, tem programas com séries de 7 e 21 dias com temáticas específicas e ainda tem meditações para dormir.

Lembre-se: alguns dias são mais difíceis que outros (e tudo bem!), mas a dedicação é recompensada diariamente.

Vou deixar aqui os links que falei com alguns conteúdos sobre os benefícios científicos da prática. Como meditar | Viver de Blog | Mundo Interpessoal 

Boa leitura e boa meditação!

Anúncios

2 comentários sobre “4 Benefícios práticos da meditação

  1. Também comecei a meditar há algum tempo, mas de forma beeem irregular. Tenho fases. Por duas semanas vou medidas todos os dias, depois paro uma, em seguida volto… Mas sempre me sinto bem fazendo isso. Quando me sinto inquieta, tento meditar enquanto alongo. Assim “compenso” um pouquinho a calma da mente com o movimento do corpo. E sou daquelas que gosta de musiquinha de spa. Ouço muito a playlist “Meditation Relaxation” no Spotify.

    Outra dica de app: Headspace. Ele é gratuito por 10 dias (10 “fases”). Gostei muito do método e ainda tem umas animações, desenhando mesmo a coisa para a gente entender kkkk.

    • Juh, eu testei o Headspace também, mas não gostei tanto quanto o Calm. O Calm também tem várias meditações liberadas na versão gratuita. Vale o teste 😉

      Também gosto de fazer com música. Vou seguir essa lista que vc falou! Bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s