{Dica de livro} “O filho de mil homens”, Valter Hugo Mãe

o_filho_de_mil_homens_1336244277bCom uma linguagem coloquial e uma forma única de construir seu texto, a escrita de Valter Hugo Mãe é o primeiro convite à leitura de “O Filho de Mil Homens” e o primeiro elemento que nos leva para dentro da história.

Além disso, a narrativa em si nos transporta a uma aldeia cheia de personagens peculiares (e que nos tomam pela mão desde o primeiro capítulo) e ao mesmo tempo universais, que nos conquistam pela simplicidade e autenticidade, e faz ainda uma celebração das diferenças, do que há de único em cada um.

Tendo como foco a história de Crisóstomo (um personagem simples, aparentemente despretensioso, mas com uma sabedoria especial), um homem solitário que aos 40 anos sonha em ter um filho, “O filho de mil homens” conta várias pequenas histórias que se enlaçam no decorrer dos fatos dando liga ao enredo que culmina na invenção de uma família nada comum e cheia de particularidades.

Quem tanto pede o que lhe pertence assim o mundo convence.”

Com um olhar delicado sobre questões como sonhos, amor, solidão, família, alegrias e tristezas, homossexualidade e preconceito, o autor aborda os temas de diferentes pontos de vista, sem deixar de ser crítico à sua maneira, e nos convida a refletir sobre a nossa sociedade.

Diferente de tudo que já li principalmente pela escrita única de Valter Hugo Mãe, “O filho de mil homens” me conquistou por isso e pela simplicidade e doçura de seus personagens.

Deve nutrir-se carinho por um sofrimento sobre o qual se soube construir a felicidade, repetiu muito seguro. Apenas isso. Nunca cultivar a dor, mas lembrá-la com respeito, por ter sido indutora de uma melhoria, por melhorar quem se é. Se assim for, não é necessário voltar atrás. A aprendizagem está feita e o caminho livre para que a dor não se repita. Estava a crescer.”

Um comentário sobre “{Dica de livro} “O filho de mil homens”, Valter Hugo Mãe

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s