Sem Spoilers: filmes de novembro

Um Sonho de Liberdade

1bfa0336b1f93ed2e9c16bfd4ee3fbec_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: The Shawshank Redemption

Gênero: Drama

Direção: Frank Darabont

Ano: 1995

País de Origem: EUA

Sinopse: Em 1946, Andy Dufresne (Tim Robbins), um jovem e bem sucedido banqueiro, tem a sua vida radicalmente modificada ao ser condenado por um crime que nunca cometeu, o homicídio de sua esposa e do amante dela. Ele é mandado para uma prisão que é o pesadelo de qualquer detento, a Penitenciária Estadual de Shawshank, no Maine. Lá ele irá cumprir a pena perpétua. Andy logo será apresentado a Warden Norton (Bob Gunton), o corrupto e cruel agente penitenciário, que usa a Bíblia como arma de controle e ao Capitão Byron Hadley (Clancy Brown) que trata os internos como animais. Andy faz amizade com Ellis Boyd Redding (Morgan Freeman), um prisioneiro que cumpre pena há 20 anos e controla o mercado negro da instituição.

Um super clássico que revi neste mês, depois de muuuuitos anos. Considerado um dos melhores filmes de todos os tempos e baseado na obra de Stephen King, “Um Sonho de Liberdade” foi indicado a 7 categorias do Oscar. Um drama com ótimo roteiro, atuações impecáveis e um final surpreendente, que fala sobre liberdade, amizade e comportamento humano de diferentes modos. Imperdível!

Viver é Fácil com os Olhos Fechados

vivir-es-facil-con-los-ojos-cerrados_t88254_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Vivir es Fácil com los Ojos Cerrados

Gênero: Drama / Comédia

Direção: David Trueba

Ano: 2015

País de Origem: Espanha

Sinopse: Em plena década de 60, Antonio (Javier Cámara), um modesto professor de inglês, é fã incondicional dos Beatles e sonha em conhecer seu ídolo, John Lennon. Para encontrar o seu “herói”, o professor viaja até Almeria e no meio do caminho esbarra com dois jovens: Belén (Natalia de Molina) e Juanjo (Francesc Colomer), um garoto de dezesseis que está fugindo do pai autoritário. O encontro faz a vida de cada um tomar rumos imprevisíveis.

Sempre precisamos gritar Help!”

Adorável road movie sobre sonhos, perseverança, amizade e solidariedade. O filme, baseado numa história real, tem o nome inspirado na música “Strawberry Fields Forever”, de John Lennon, ídolo do protagonista  Antonio. Com um roteiro sensível e ótimas interpretações, a trama flui de forma muito agradável e nos aproxima dos personagens. A fotografia e o figurino nos transportam para os anos 60. Adorei! E com a música sendo tema principal, não poderia ser menos do que super recomendado! =D

Náufrago

67457a19662f6ca1b706a38150cc223f_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Cast Away

Gênero: Drama / Aventura

Direção: Robert Zemeckis

Ano: 2000

País de Origem: EUA

Sinopse: Chuck Noland (Tom Hanks) um inspetor da Federal Express (FedEx), multinacional encarregada de enviar cargas e correspondências, tem por função checar vários escritórios da empresa pelo planeta. Porém, em uma de suas costumeiras viagens ocorre um acidente, que o deixa preso em uma ilha completamente deserta por 4 anos. Com sua noiva (Helen Hunt) e seus amigos imaginando que ele morrera no acidente, Chuck precisa lutar para sobreviver, tanto fisicamente quanto emocionalmente, a fim de que um dia consiga retornar civilização.

Tom Hanks é um ator que eu curto. Muuuito. Não tem tempo ruim pra ele. Seus personagens são sempre excelentes e Chuck Noland está entre os melhores. Ele atua sozinho em grande parte do filme e não deixa a peteca cair e nem a monotonia bater. Além disso, Hanks perdeu 25 Kg e deixou a barba e cabelos crescerem, pra passar toda a veracidade ao filme. Perfeito! Mais um filme TOP de Robert Zemeckis, que também dirigiu a trilogia “De Volta Para o Futuro” e “Forrest Gump”. Im-per-dí-vel!

Guerra é Guerra

7d93133955e64d037e63e072874d95ca_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: This Means War

Gênero: Comédia / Romance

Direção: McG

Ano: 2012

País de Origem: EUA

Sinopse: Tuck (Tom Hardy) e FDR (Chris Pine) são dois dos principais agentes da CIA. Grandes amigos, eles vivem uma rotina perigosa em que é fundamental a confiança de um no outro. Esta começa a ser abalada quando eles se veem namorando a mesma mulher, Lauren (Reese Witherspoon). Inicialmente, decidem seguir cada um na sua e deixar para que ela escolha um dos dois. Mas aos poucos, a natureza competitiva da dupla vai mostrar que ninguém está ali para perder.

Um pouco de ação e romance, mas o que prevalece é a comédia. Clichê, mas divertido. Se passar na tv e não tiver nada pra ver…

Ricki And The Flash: De Volta Pra Casa

ricki-and-the-flash-de-volta-pra-casa_t96886_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Ricki And The Flash

Gênero: Comédia / Drama

Direção: Jonathan Demme

Ano: 2015

País de Origem: EUA

Sinopse: Com mais de 50 anos de idade, Ricki (Meryl Streep) é uma cantora de rock, que sempre se apresenta com a banda The Flash em um pequeno bar. A situação financeira é precária, e ela não vê os filhos adultos há décadas. Um dia, o ex-marido Pete (Kevin Kline) liga para Ricki, avisando que a filha Julie (Mamie Gummer) foi abandonada pelo marido, e pedindo ajuda para tirá-la de um estado depressivo. Reticente, a mãe retorna ao lar, e descobre que tanto Julie quanto seus dois irmãos têm muito ressentimento por causa do abandono quando eram crianças. Essa é a oportunidade para Ricki fazer as pazes e tentar ser mais presente na vida deles.

Meryl Streep sempre vale conferir.❤ Com um figurino de primeira e cantando muito rock ’n roll, é pedida certa para os fãs. Sim, é ela mesma cantando “American Girl” (Tom Petty), “I Still Haven’t Found What I’m Looking For (U2), “Bad Romance” (Lady Gaga), “My Love Will Not Let You Down” (Bruce Springsteen)… A história em si é rasa, poderiam ter aproveitado melhor o roteiro, se aprofundado no drama, mas a ótima interpretação de Meryl, num papel bem diferente do que ela costuma fazer, é obrigatória. Mamie Gummer, filha de Meryl no filme e na vida real, não vai tão bem, mas a similaridade física com a mãe é espantosa. Eu gostei. ^.^

Jogos Vorazes: A Esperança – O Final

jogos-vorazes-a-esperanca-o-final_t61793_AQlGgMD_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: The Hunger Games: Mockingjay – Part 2

Gênero: Aventura / Ficção / Guerra

Direção: Francis Lawrence

Ano: 2015

País de Origem: EUA

Sinopse: Ainda se recuperando do choque de ver Peeta (Josh Hutcherson) contra si, Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) é enviada ao Distrito 2 pela presidente Coin (Julianne Moore). Lá ela ajuda a convencer os moradores locais a se rebelarem contra a Capital. Com todos os distritos unidos, tem início o ataque decisivo contra o presidente Snow (Donald Sutherland). Só que Katniss tem seus próprios planos para o combate e, para levá-los adiante, precisa da ajuda de Gale (Liam Hemsworth), Finnick (Sam Claflin), Cressida (Natalie Dormer), Pollux (Elder Henson) e do próprio Peeta, enviado para compôr sua equipe.

E chegamos ao fim de mais uma saga. Muita gente reclama de filmes divididos em partes e que precisam esperar 1 ano pra ver a continuação. Eu gosto! Acho que gera uma expectativa boa, desde que se tenha história pra contar. Não li os livros, então não posso dizer se foi justa a divisão do último livro da trilogia em 2 filmes. Mas, a “Parte 1” foi muito política, sem ação, estava sendo tudo preparado para o gran finale e eu não gostei tanto. Por isso, fui assistir a “Parte 2” sem expectativas e me surpreendi muito! Voltamos aos jogos, à ação, à tensão, aos sustos, à adrenalina que sentimos nos 2 primeiros filmes. O desfecho foi interessante, só a última cena achei desnecessária.

A Colina Escarlate

a-colina-escarlate_t70285_6tTTODi_jpg_290x478_upscale_q90

Título Original: Crimson Peak

Gênero: Terror / Drama / Romance

Direção: Guillermo del Toro

Ano: 2015

País de Origem: EUA

Sinopse: Apaixonada pelo misterioso Sir Thomas Sharpe (Tom Hiddleston), a escritora Edith Cushing (Mia Wasikowska) muda-se para sua sombria mansão no alto de uma colina. Habitada também por sua fria cunhada Lucille Sharpe (Jessica Chastain), a casa tem uma história macabra e a forte presença de seres de outro mundo não demora a abalar a sanidade de Edith.

Estética visual arrojada e cenários fantásticos são marca registrada de Guillermo del Toro e esse é um ponto essencial para o sucesso de “A Colina Escarlate”. Fotografia, figurino e ambientação são impecáveis. Um romance gótico envolvido por uma atmosfera assustadora, onde nada é muito aterrorizante, mas o clima de mistério dos clássicos filmes de terror paira sempre no ar e nos deixa instigados pra saber o que está por vir. Além disso, as atuações são muito boas, com destaque pra Jessica Chastain, totalmente compenetrada na mórbida Lucille. Tom Hiddleston convence como sedutor. Mia, como sempre, sem muitas expressões e pouco carisma, mas combina. E Charlie Hunnam faz um papel secundário, mas não menos importante e com menções a Sherlock Holmes. <3  Uma história interessante que mostra até onde o amor pode nos transformar em monstros.

carolwerner3

2 comentários sobre “Sem Spoilers: filmes de novembro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s