{Filme} A Ilha da Imaginação

Nims1

Já ouviu o ditado “se você é capaz de imaginar, você é capaz de fazer”? Essa é uma das várias mensagens que fica para o espectador do filme “A Ilha da Imaginação” (Nim’s Island). O longa (2008), de Jennifer Flackett e Mark Levin, é uma adaptação do livro homônimo da escritora canadense Wendy Orr (2001).

Com uma fotografia incrível, o filme com jeitinho de sessão da tarde é encantador, belo e motivador, cheio de humor e aventura.

Nims 2

Nim (a fofíssima Abigail Breslin) vive com o pai, o cientista Jack (Gerard Butler), em uma ilha deserta que eles tentam proteger de toda a humanidade. Ao lado de seus amigos animais, a garota é apaixonada pelas histórias do herói aventureiro Alex Rover (Gerard Butler). Quando Jack sai pelo mar para uma expedição em busca de novas espécies marinhas, ele recebe um e-mail de Alex Rover. Encantada em poder falar com seu herói, Nim começa a responder os e-mails sem saber que, na verdade, quem está do outro lado da tela é Alexandra Rover (Jodie Foster), autora de Alex Rover, uma escritora com bloqueio criativo e com agorafobia que não coloca o pé para fora de casa nem tem contato pessoal com ninguém há um longo tempo.

Quando o pai de Nim não volta de sua expedição no tempo planejado e a ilha é descoberta por “invasores”, a menina pede para Alex Rover ajudá-la. Atormentada pelo desespero de Nim e pelo “fantasma” de Alex Rover, Alexandra se vê na necessidade de enfrentar seus medos, não mais podendo usar de seu personagem para ajudá-la a resolver problemas reais.

Nims3 

“-Eu não consigo fazer tudo isso sozinha. Eu não consigo ser o herói da minha própria história.

-Está com medo de quê?

-Medo de tudo.

-A gente tem que enfrentar, não tem outro jeito.”

Um filme que nos leva a refletir sobre o que é coragem.

“Coragem é uma coisa que a gente tem que estar sempre aprendendo e reaprendendo a vida toda. Ela não está em você, está em cada escolha que você faz, a cada dia.”

Ficar à sua própria sorte requer que você tenha coragem para tomar decisões, ter atitudes, enfrentar e vencer seus medos se permitindo experimentar, descobrir o novo e assim permitir-se viver. Viver e não apenas imaginar. É preciso ir em frente, apesar do medo, não fugir dele, enfrentá-lo. Fugir do medo é isolar-se na ilusão.

“A confiança é o segredo da aventura.”

2 comentários sobre “{Filme} A Ilha da Imaginação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s