My Soundtrack: “O mundo é um moinho”, Cazuza

As músicas sempre “falaram” comigo. Elas contam e cantam minha vida de uma maneira única. Para cada momento, uma letra, uma melodia. É a trilha sonora da vida. Algumas ouvimos depois e lembramos de vivências passadas. Outras vêm a calhar na hora exata do que se está vivendo. Algumas são um recado. Como quando, depois de quase um mês sem Facebook, a primeira coisa que aparece na sua timeline é “Ainda é cedo, amor mal começaste a conhecer a vida já anuncias a hora da partida sem saber mesmo o rumo que irás tomar”.

Ainda é cedo, amor
Mal começaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar

Presta atenção, querida
Embora eu saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco a tua vida
Em pouco tempo não serás mais o que és

Ouça-me bem, amor
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões a pó

Presta atenção, querida
Em cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás à beira do abismo
Abismo que cavastes com teus pés

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s