{Filme + Livro} Se eu ficar

Se eu ficar poster nacional

Fiquei positivamente impressionada com a adaptação de “Se eu ficar”. O filme fez jus ao livro (dentro do possível). Está tudo ali, de alguma forma, e as poucas mudanças que ocorreram não prejudicam a história.

Confira a resenha do livro.

O filme passa ainda mais emoção do que o livro e em alguns momentos leva o espectador às lágrimas – sim, dessa vez eu chorei e chorei por antecipação quando estava prestes a passar uma das cenas mais lindas e mais tristes de “Se eu ficar”, a minha passagem favorita do livro. E ao final, na última cena, foi impossível não notar todas as pessoas do cinema darem um salto na poltrona (mas vou me limitar a dizer apenas isso para evitar spoilers).

IISFamily

Mia (Chloë Grace Moretz – que aprendeu a tocar um pouco de violoncelo, mas usa dublê nas cenas em que precisa tocar) tem uma vida perfeita. Uma família incrível, uma melhor amiga inseparável, o namorado dos sonhos, Adam (Jamie Blackley – que canta mesmo todas as músicas que interpreta no filme), e a paixão pela música que poderá lhe garantir um futuro brilhante como musicista ao lado de seu violoncelo, principalmente após receber a resposta de sua inscrição em Julliard, uma das principais universidades de música do mundo. Mas tudo isso é ofuscado por um acidente que muda para sempre o seu futuro e a coloca na difícil situação de ter que escolher entre a vida e a morte e todas as consequências de sua decisão.

 IISr

Assim como o livro, o filme intercala o presente – a alma de Mia no hospital acompanhando de perto seu estado crítico de coma e as reações de seus amigos e familiares às notícias do acidente – e o passado – momentos importantes da sua vida ao lado dos pais, amigos e de Adam. Os cortes quando a cena muda do passado para o presente são quase um choque de “realidade” para quem assiste ao filme. Você se envolve tanto com os momentos felizes da vida de Mia que até esquece que ela nunca mais terá nada daquilo de novo e de repente lá está ela, no hospital, cercada de médicos, aparelhos que a mantém viva e de pessoas chorando por tudo que aconteceu.

 IISFogueira

E em uma história na qual a música faz parte intrínseca da vida dos personagens, a trilha sonora não poderia deixar de ser parte essencial do filme. Além das músicas interpretadas por Adam que ganharam vida no longa, há aquelas que embalam e adicionam emoção às cenas.

Anúncios

Um comentário sobre “{Filme + Livro} Se eu ficar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s