Maratona Gilmore Girls

GG

 

Depois de ler “Quem sabe um dia”, escrito pela Lauren Graham – mais conhecida como a eterna Lorelai, fique louca para assistir Gilmore Girls.

 Há muito tempo eu acompanhava a série nas tardes de sábado, no SBT. Mas como a programação do canal não é das melhores, nunca cheguei ao final (nem sei se transmitiram tudo). Aliás, já faz tanto tempo que nem lembrava exatamente até que ponto havia assistido. Então, comecei do zero.

GG1

A The WB (atual CW) produziu 7 temporadas do seriado, de 2000 a 2007. Para quem viveu em Marte nos últimos anos, Gilmore Girls conta a história de Lorelai e Rory, mãe e filha, que vivem na peculiar Stars Hollow e mostra o cotidiano de mãe solteira de Lorelai e a vida de estudante “nerd” de Rory.

Os diálogos rápidos (“Life’s shirt. Talk fast.”), os milhares de litros de café por dia, as várias citações de filmes, os muitos livros que a Rory leu ao longo das sete temporadas, a relação de melhores amigas entre a Rory e a Lorelai, a relação de gato-e-rato de Lorelai com os pai, Richard e Emily, e a confusão que era a vida amorosa da Lorelai, foram as principais marcas de Gilmore Girls que contou, também, com uma série de personagens apaixonantes e outros extremamente peculiares.

RL 

Desde os velhos tempos, quando assistia “Tal mãe, tal filha” no SBT, nunca fui muito fã da Rory, sempre gostei mais da Lorelai. Achava a filha meio chatinha, meio apagada. Continuo preferindo a mãe, que sempre foi mais cheia de vida. Mas aprendi a gostar um pouquinho da Rory durante minha maratona, principalmente depois que ela entrou na faculdade.

cxl

Lorelai, eu te entendo! Como é difícil escolher um desses dois. Claro que o Luke mora no meu coração desde sempre (quem nunca quis ir tomar café no Luke’s que atire a primeira pedra!), mas cada vez que o Chris aparecia eu ficava na dúvida se preferia que ela terminasse com ele ou com o Luke.

GG3

A série teve alguns personagens passageiros, como o Jess, que podia ter ficado um pouquinho mais, e o mala do Dean. E outros que deveriam ter durado menos tempo, como os chatos do Taylor e o Kirk. O Michel era daqueles que hora me fazia morrer de rir, hora eu queria matar. Em compensação, alguns poderiam ter entrado antes, como o Logan e a Paris, que davam à série a energia jovem que faltava em Rory, outros poderiam ter ganhado um pouquinho mais de destaque, como o Trovador Urbano, que eu adorava quando ele aparecia tocando seu violão e sua gaitinha no meio da cidade. Também não poderia deixar de citar a Sookie me dava fome! Queria uma amiga que cozinhasse que nem ela rs e a Lane, aquela amiga improvável que deu um tom musical ao seriado e que rendeu à série a participação de Sebastian Bach por temporadas e temporadas.

Por fim, mas não menos importante…

rgbc

Quando eu já estava quase terminando minha maratona, depois de muitos livros lidos pela Rory terem entrado para a minha lista do “vou ler”, descobri através do Serendipity que existe um projeto/desafio chamado Rory Gilmore Books Challenge.

Foram quase 340 títulos citados e comentados pela personagem ao longo das sete temporadas do seriado. E a ideia do desafio é que os leitores e fãs de Gilmore Girls possam ler os mesmos livros que Rory.

Existem algumas listas espalhadas pela internet. Mas no List Challenges dá para acompanhar além da relação completa, a relação por temporada (1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, e ).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s