Estudando a distância (EAD)

Imagem tirada do blog super30.blogspot.com.br

Imagem tirada do blog super30.blogspot.com.br

 

Acabei de concluir uma pós-graduação a distância e, depois da experiência, achei que valia a pena compartilhar um pouquinho do meu parecer sobre essa forma de ensino que tem crescido cada dia mais, afinal, segundo o Ministério da Educação, entre 2011 e 2012, o número de alunos de EAD (educação a distância) aumentou 12,2%, enquanto que o número de estudantes do ensino presencial cresceu 3,1%.

Peço que considerem que tudo o que disse abaixo é baseado na minha experiência com uma instituição e eu não sei se em todo lugar é igual. Mas acredito que a minha opinião possa ajudar a esclarecer um pouquinho o funcionamento do ensino a distância de maneira geral.

1) A tecnologia – nem sempre o sistema utilizado é tão simples para todo mundo. No meu caso, achava o site bastante complexo devido à sua segmentação extrema. São muitos ícones que acabam confundindo sua funcionalidade. Alguns são bem similares, o que deixa o aluno perdido sem saber qual deles usar para “isso” e qual usar para “aquilo”.

2) O curso – o curso é dividido em módulos, sendo que cada módulo representa uma matéria e você estudará uma matéria por mês. Você tem 15 dias para assistir às aulas e 15 dias para fazer a prova online. O ponto negativo é que se você terminar antes, você terá alguns dias de “folga”, digamos assim. Isso porque o sistema não compreende que você já está apta a seguir em frente. Essa bur(r)ocratização acabou transformando o meu curso de 14 meses (1 ano e 2 meses) em um curso de 1 ano e 8 meses.

3) As aulas – funciona assim (pelo menos no meu caso): em uma parte são postados vários textos e slides para você baixar. Eles são como uma apostila de estudo. Em outra parte são postados os vídeos das aulas. É como se o professor estivesse na frente da sala enquanto você está ali na sua carteira. No entanto, a aula está gravada e elas costumam ter um tempo padrão. A vantagem é que o vídeo pode ser pausado e revisto a qualquer momento. Então, se você não entendeu direito uma aula, você pode revê-la. O aspecto negativo é que há uma certa desatualização nas aulas. Alguns conteúdos são um pouco antigos. Por exemplo, o professor fala sobre uma pesquisa realizada “no ano passado”, mas a pesquisa é de fato de 2007. Acho que falta um pouco de atenção das instituições em manter o material sempre atualizado, regravando as aulas. Eu tive aulas com professores que já haviam deixado a instituição há pelo menos dois anos, mas ele estava lá, na minha tela como se ainda fizesse parte do quadro de funcionários. Isso passa para o aluno a impressão de desleixo, de economia por parte da instituição.

4) As provas – sim, apesar de ser um ensino a distância você terá que passar por avaliação. Para mim funcionava da seguinte forma: ao fim de cada módulo, eu fazia uma prova de testes online e de tempos em tempos, de acordo com o calendário acadêmico eu ia até o polo da faculdade e fazia uma prova escrita, com questões dissertativas e testes. A minha aprovação no módulo era calculada com base na nota dessas duas provas.

5) O TCC (trabalho de conclusão de curso) – sim, mais uma coisa da qual você não escapará e aqui está minha maior decepção com o sistema de EAD. Passei dois meses escrevendo um artigo sendo orientada por uma professora através de trocas de mensagens pelo próprio sistema da faculdade. Mas o que de fato aconteceu foi que fiz o TCC por minha conta e risco. A minha orientadora não me deu em momento algum um retorno dizendo se tinha algo certo ou errado, nem me mandou fazer alterações ou acrescentar algo no meu artigo. Ela também não me indicou leituras ou qualquer referência. Me senti às cegas quando chegou o dia da minha apresentação, afinal, havia feito tudo quase sem orientação nenhuma.

Por falar em apresentação, outra decepção. A apresentação, a defesa da sua tese, acontece por Skype. Você vai até o polo mais perto da sua casa, senta na frente de um computador orientada por uma professora assistente e, diante da tela, com um fone de ouvido e um microfone, você vê a sua banca e se comunica com ela. Ao final da sua apresentação, eles dizem que você foi aprovado (ou não) e te dão a sua nota final.

Além de tudo isso, ao longo do curso, os alunos de EAD têm no próprio site espaços para tirar dúvidas, plantões em grupo com professores, fóruns de discussões com outros alunos e outras ferramentas que poderiam auxiliá-lo nos estudos. No entanto, isso nem sempre funciona de forma eficiente. Os horários desses “encontros” online são pouco flexíveis e a discussão perde um pouco o controle.

Considerações gerais:

Se você não tem tempo ou paciência para ir à faculdade assistir aulas presenciais, o EAD é uma boa opção, afinal, sempre acreditei que o bom desempenho em qualquer curso depende, acima de tudo, do próprio aluno. Então, se você for dedicado e estiver determinado a fazer um bom curso, essa é uma ótima opção. Tem também a vantagem de serem mais baratos que uma faculdade tradicional. E há toda a comodidade de estudar direto da sua casa ou de qualquer canto do mundo.

No entanto, se você é daqueles que gostam de tudo muito certinho, o sistema de funcionamento dos cursos a distância pode te tirar do sério e fazer você pensar muitas vezes antes de seguir adiante com os estudos. O oposto também vale. Se você não está nem ai pra nada, o EAD também não servirá para você, pois como eu disse, é preciso muita determinação para conseguir lidar com esse sistema.

Há ainda a distração de estudar online (Facebook, Twitter e muitos outros sites que podem chamar sua atenção mais do que a aula) que pode atrapalhar no seu desempenho.

Resumindo, fazer EAD foi muito prático, mas me senti desamparada em muitos aspectos. É preciso avaliar bem quais são suas intenções e quais são suas condições antes de embarcar num estudo a distância. Por enquanto, ainda sou da opinião de que esse novo formato educacional ainda está engatinhando e tem muito a melhorar para alcançar tudo que foi construído até hoje no ensino tradicional, aquele das salas de aula, com um professor na sua frente com quem discutir o que ele está ensinando e alguém mais próximo de você para te orientar no que for preciso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s