Outono

outono

 

As folhas caíram anunciando a nova estação.

Os cobertores começavam a deixar os armários e a ocupar as camas vazias.

Os amantes já não queriam mais viver aquela temporada apaixonados.

Todo amor morria com o fim do verão.

O frio que saía de dentro era mais intenso do que o das ruas.

E não havia chocolate quente capaz de aquecer.

A dor do que ficava pra trás, partia.

Novas dores chegavam e iam.

Verde se tornando vermelho, amarelo, cinza.

A esperança de novas chegadas.

Cinza, amarelo, vermelho, verde.

As folhas que caiam, renasceriam.

2 comentários sobre “Outono

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s