Resenha – “As viagens de Alice” de Alice Steinbach

Sinopse: Cansada de sua vida sem graça, a jornalista Alice Steinbach resolveu dar um tempo. Pediu licença no trabalho, afastou-se dos amigos e da família e partiu numa jornada de autoconhecimento pela Europa. Ao voltar, não conseguiu se adaptar à antiga rotina. Pediu demissão e caiu no mundo, tendo como único compromisso satisfazer suas três maiores paixões: viajar, aprender e escrever. Este divertido e sensível livro acompanha a volta ao mundo de Alice para recuperar o tempo perdido. O roteiro segue exclusivamente seus desejos e desafia suas habilidades. Das aulas de culinária na famosa escola de gastronomia do hotel Ritz – onde descobriu que nem mesmo cortar um legume é tão fácil quanto se imagina – à entrega aos ritmos calientes em Cuba, passando pelas artes japonesas e pelo fascinante mundo das gueixas em Kyoto, os programas de Alice não estão em nenhum guia turístico. E como satisfazer seus desejos é o lema da viagem, por que não se deixar envolver por um charmoso japonês que cruza seu caminho? Quem sabe esse encontro mude o roteiro de sua vida outra vez…

A jornalista Alice Steinbach faz o que muita gente gostaria de fazer: larga o emprego para viajar o mundo (além do fato de vender livros/ganhar dinheiro contando sobre isso). Um tempo aqui, outro ali, mas em vez de sair por ai a esmo, ela não escolhe seus destinos simplesmente pelo lugar em si. Ela tem sempre um objetivo em todo lugar que visita e é isso que torna a história de “As viagens de Alice” diferente de qualquer simples narração de uma viagem.

Devo dizer ainda que este é um livro que divide o leitor ao longo de suas páginas. Isso porque, a forma como é escrito, permite que nós gostemos muito de uma parte e nenhum pouco de outra.

Eu, por exemplo, AMEI o capítulo em que Alice vai à Inglaterra conhecer mais a fundo a vida e obra da escritora Jane Austen. Também adorei o capítulo quando ela está em Paris para aprender a culinária francesa (dá até vontade de fazer um curso daqueles e sair cozinhando – ou tentando cozinhas – por aí). Também me senti completamente envolvida com a viagem a Havana e a Praga. Esses capítulos, para mim, foram extremamente gostosos e rápidos de ler, além de super envolventes.

No entanto, as aulas de dança em Kyoto, os jardins secretos de Provence e o mistério da igreja florentina demoraram para passar, assim como comandar cães e carneiros na Escócia, embora este último tenha sido bem engraçado  em alguns momentos.

Mas terminei o livro – que além da narração da autora, conta com diálogos e com cartas que ela manda para um namorado – com a certeza de que esse é o livro “bom” ou “ruim” mais relativo que eu já li. Vai de cada leitor gostar ou não de uma parte ou de outra de acordo com suas preferências. No entanto, é inegável que, no geral, “As viagens de Alice” é um bom livro e o que faz dele bom, são as histórias, a narrativa e a história dele que é contada de uma forma incrível e envolvente, levando o leitor a cada um dos lugares pelos quais Alice passou. Seu olhar para as coisas, paras as pessoas e a forma como ela nos transmite isso é encantador e inspirador. Sim, inspirador. Porque eu duvido que alguém, ao terminar de ler este livro (e durante a leitura também), não se sina tentado a fazer o mesmo e a acrescentar na lista de “lugares para conhecer” alguns dos citados no livro.

Mas, mais do que um livro sobre lugares, “As viagens de Alice” é um livro sobre conhecimentos, aprendizagem, pessoas e cultura.

“Minha animação ao ver um novo canto do mundo foi um tranco que me fez lembrar por que viajar era tão fascinante e importante para mim.” (p.164)

Título Original: Educating Alice: adventures of a curious woman

Título Nacional: As viagens de Alice

Autor: Alice Steinbach

Tradução: Maria do Carmo Zanini

Lançamento: 2011 (original: 2004)

Páginas: 399

Categoria: Viagens, biografia

Editora: Benvirá

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s