“A Casa dos Macacos” de Sara Gruen

“A Casa dos Macacos” de Sara Gruen é um livro ótimo e que praticamente humaniza os macacos e que fez eu me apaixonar ainda mais por esses bichinhos que eu quase não gosto. Passei a amá-los ainda mais os vendo como pessoas capazes de se comunicar de igual para igual.

Isabel é uma pesquisadora que vive pelos bonobos MBongo, Bonzi, Sam, Jelani, Makena e Lola. Ela cuida dos símios no Laboratório de Línguas dos Grandes Símios, onde os ensina a se comunicar pela Linguagem Americana de Sinais. No entanto, para Isabel, eles são mais do que seu trabalho, eles são sua família.

Namorada do chefe e responsável pelo trabalho com os animais no Labortatório, a vida de Isabel dá uma reviravolta depois que alguém explode o local com ela e os macacos dentro. No hospital, gravemente ferida, ela não pode fazer nada para salvar as “coisas” mais importantes da sua vida e assim os bonobos desaparecem misteriosamente até reaparecerem em um reality show na televisão criado por um jornalista viciado em sucesso e principalmente em sexo, uma das atividades favoritas dos bonobos, o que promete garantir uma boa audiência para o programa “A Casa dos Macacos” (obs.: vale ressaltar que não há nada de pornografia nesse ponto, isso é simplesmente um hábito desses animais).

John é um jornalista que pouco antes da explosão no laboratório havia passado um tempo com Isabel conhecendo melhor os bonobos e o trabalho de linguagem desenvolvido com eles para uma reportagem no jornal para o qual trabalhava.

A vida de John também sofre uma reviravolta quando sua esposa se muda pra Los Angeles para produzir um seriado de TV e quando ele pede demissão depois de ter a matéria sobre os bonobos “roubada” por uma colega de trabalho e vai para Los Angeles morar com a esposa, onde acaba trabalhando para um tablóide.

Com o novo emprego, John consegue realizar seu desejo de voltar a trabalhar na história que tinha começado sobre os bonobos e mesmo trabalhando em um jornal sobre notícias fúteis sobre celebridades, ele acaba sendo parte fundamental para a descoberta e denúncia do responsável pela explosão no laboratório e por colocar fim no programa “A Casa dos Macacos”, permitindo assim que os animais voltem a viver digna e decentemente junto a Isabel.

Em alguns pontos o livro é um pouco parado e a autora se estende mais do que devia em alguns pontos que não fariam falta nenhuma para a história caso eles fossem mais breves. No entanto, a história é incrível e os bonobos extremamente apaixonantes.

Sinopse: Isabel Duncan ama sua profissão. pesquisadora do Laboratório de Línguas dos Grandes Símios, ela considera Mbongo, Bonzi, San, Jelani, Makena e Lola sua família. Virtuoses no uso da Linguagem Americana de Sinais, esses macacos são capazes de se comunicar plenamente numa língua humana. Porém, um atentado brutal coloca-os em sério risco. Terá sido uma ação terrorista premeditada por ambientalistas visando a libertação dos bonobos ou apenas o início de uma trama escusa que culminará num grande golpe de mídia? Com a ajuda do jornalista John Thigpen, Isabel fará tudo o que estiver ao seu alcance para salvar seus amigos da exploração humana e de um destino cruel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s