“O Aliciador” – Donato Carrisi

O livro é simplesmente incrível e recomendo a todos que gostam de ação, suspense e casos policiais.

Sinopse: “O criminologista Goran Gavila e a equipe de homicídios enfrentam um caso perturbador: seis braços direitos de meninas entre 9 e 13 anos são desenterrados em um bosque. Cinco das crianças identificadas haviam desaparecido na última semana. Conforme os cadáveres emergem, as esperanças de que a sexta menina esteja viva provocam uma corrida contra o tempo, mas, em vez de levarem a equipe ao culpado, as pistas revelam-se parte de um plano friamente arquitetado pela mente cruel e brilhante do assassino.”

Achou forte? Pior é saber que alguns dos casos citados no livro são reais. (“Acreditar que este livro é inspirado na realidade é difícil, aceitá-lo é impossível.”)

O livro conta com uma narrativa detalhada que nos leva a sentir na pele a descrição de algumas situações. As emoções ao longo do livro são distintas, mas estão sempre lá. Impossível passar por uma página e sair ileso. (Eu não resisti a um sonoro “PUTAQUEPARIU” ao fim de cada capítulo.) E quando você acha que já está tudo resolvido e que dali pra frente a história vai ficar morna, você ainda não viu nada. Você passa a desconfiar de si mesmo e quer fazer parte do grupo para ver se descobre alguma coisa. Uma caçada emocionante e um quebra-cabeça incrível a ser desvendado. Os nervos vão à flor da pele durante a leitura e você não quer parar. Os personagens são muito bem trabalhados e o mistério prende o leitor até o final. Final, aliás, surpreendente.

Abaixo, deixo alguns aperitivos que me marcaram.

“A espera era o justo preço de qualquer prazer.” – p. 42

“Porque cada dor tem sua prosa, e deve ser respeitada.” – p.113

“No fundo, estamos todos a procura de respostas num universo paralelo.” – p.114

“Quando crescemos, tudo passa por nós, até as piores coisas. Mas quando você tem pouca idade, parece que as lembranças ficam impressas na carne e não vão embora nunca mais.” – p. 168

“Não sei se existe um Deus. Mas sempre desejei que sim. Sei com certeza que o mal existe. Porque o mal pode ser demonstrado. O bem, nunca. O mal deixa vestígios de si, à sua passagem. O bem só pode ser testemunhado.” – p. 189

“Albert tinha trazido à luz, a hipocrisia daquela porção do gênero humano que se sente “normal” porque não costuma arrancar os braços e matar meninas inocentes. Mas que é capaz de um crime igualmente grave: a indiferença.” – p. 253

“Poderia ter tudo o que desejo. Mas exatamente por isso, não tenho ideia do que seja desejo.” – p. 328

“A gente pensa que sabe tudo sobre as pessoas que nos cercam, mas na verdade ninguém sabe nada…”

“Deus é silencioso. O diabo sussurra.”

Anúncios

2 comentários sobre ““O Aliciador” – Donato Carrisi

  1. Uau Fran!!! Tô louca pra ler!!!! Adoro esses livros, no estilo Sherlock Holmes, Agatha Christie, Sidney Sheldon… Li ontem esse post e vc acredita que sonhei com o Robert Downey Jr., que faz o Sherlock o cinema? Nossa mente é incrível mesmo… Chega a dar um medinho…rsrsrs

    • Carollll, sem noção, o livro é excelente (quer dizer, eu pelo menos AMEI). Entrou pra minha lista de favoritos rs.
      Eu tb gosto de livros assim, só não imaginava q gostava tanto. Ai, se vc morasse aqui perto eu te emprestava =(
      Mas assim que puder lê sim, ai depois a gente comenta! 😉
      Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s