No words

Nada.

Não falava, mal se mexia.

Ficava ali sentada olhando para um único ponto fixo.

Ninguém sabia o que ela estava sentido.

Ele chegou, sentou ao lado dela.

Uma reação.

O olhar vago olhou para aquelas mãos apoiadas nas pernas ao seu lado e o reconheceu.

Nenhuma palavra.

Ela não entendia como ele soubera. Poucos sabiam o que havia acontecido.

Então uma voz rompeu o vazio: “Esse é o momento certo”.

E ela se permitiu chorar pela primeira vez em muito tempo desde que ele bloqueara isso nela.

Sob o olhar disfarçado de todos que não sabiam quem ele era, ele passou o braço pelas costas dela e a apoiou em seu ombro.

Não era preciso mais nada.

Ele entendia. Ela sabia.

Anúncios

3 comentários sobre “No words

  1. Pingback: No words (via Sobre o Nada) | Pela minha via

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s